O Cate - Inspiração DICA | Como se tornar um profissional da tatuagem?
12 de setembro de 2022
A imagem é uma foto. Em destaque está um braço cheio de tatuagens coloridas. Perto do braço está uma mão usando luva de plástico suja de tinta preta. Ela segura uma máquina de tatuagem.

DICA | Como se tornar um profissional da tatuagem?

Identidade, estilo, estética. São diversos os motivos que levam uma pessoa a fazer uma tatuagem. Na busca pelo desenho perfeito, o cliente pesquisa qual o tatuador que melhor pode atender ao seu desejo. Alguns profissionais são especializados em botânica, outros em realismo, outros em motivos geométricos, outros em aquarela e muitas outras técnicas para todos os gostos.

Diante dessa demanda de profissionais, o Portal Cate conversou com a artista e tatuadora Julia Bernardet, para entender quais são os primeiros passos nesse mercado. Confira:

Portal Cate: O que é preciso para se tornar um profissional da tatuagem? 

Julia Bernardet: Podemos falar que existem dois tipos de tatuador: o que sabe e o que não sabe desenhar. Muitos profissionais trabalham apenas com desenhos prontos e fazem a cópia para a pele. Na maioria das vezes, esses desenhos são do estilo Old School (Velha Escola, em tradução livre), que é o estilo que se popularizou entre os marinheiros dos Estados Unidos por volta dos anos 1940. Suas principais características são imagens tradicionais como âncoras, andorinhas, tubarões, adagas e corações, entre outras, feitas com linhas grossas e pretas, nas cores amarela, vermelha, azul e verde.  

Com o crescimento do mercado de tatuagem e o interesse em diversos estilos, os tatuadores viram a oportunidade de criar seus próprios desenhos, imprimindo uma veia artística na atividade, fazendo surgir esse novo tipo de profissional.

Portal Cate: Que tipo de formação é preciso ter? Existem cursos específicos?

Julia Bernardet: Estúdios e até os próprios tatuadores começaram a criar cursos de tatuagem para ensinar dicas e técnicas que facilitam muito o início da carreira na tatuagem, acelerando muito todo o processo. O treino pode ser feito em peles artificiais, em si mesmo ou em amigos próximos. Além disso, é muito importante buscar ensinamentos sobre biossegurança, que tem protocolos específicos de como montar e desmontar corretamente o local de trabalho, os materiais, a higienização da pele e dos materiais de segurança que devem ser utilizados pelo profissional. Isso é essencial para evitar contaminação com as doenças transmitidas pelo sangue, como a Hepatite C.

Portal Cate: Quais as principais habilidades que um tatuador deve ter? 

Julia Bernardet: Para ser tatuador é necessário ter uma mínima estabilidade nas mãos, já que uma boa tatuagem deve contar com linhas relativamente uniformes. Contudo, todas as habilidades podem ser treinadas e aperfeiçoadas, assim como técnicas de desenho, se a intenção é ser um tatuador que faça suas próprias criações. Essa é uma profissão que exige persistência, já que as primeiras tatuagens não sairão perfeitas. É na tentativa e no erro que se aprende o que vai funcionar e o que não vai, melhorando a cada traço.

Portal Cate: Trabalhar com tatuagem é uma boa oportunidade para quem é artista ter uma fonte de renda?  

Julia Bernardet: Sim. A tatuagem, por ser algo definitivo e que precisa de um bom nível de destreza para ser realizada, permite que sejam cobrados preços mais altos do que geralmente é possível no caso de uma ilustração, por exemplo. Por isso, muitos artistas entram para o mundo da tatuagem em busca de ganhos financeiros mais elevados.

Portal Cate: Quais são os materiais básicos que o tatuador deve ter para começar a trabalhar? É possível começar a trabalhar sem o material, mas se filiando a um lugar que forneça isso? 

Julia Bernardet: Para começar a tatuar são necessários os seguintes materiais: uma máquina de tatuagem (de preferência uma de bobina, que é a mais indicada para iniciantes), uma fonte (analógica ou digital, para fazer funcionar a máquina), um pedal e um clipcord (o cabo que conecta a máquina à fonte). Além disso, é preciso comprar tinta e algum recipiente pequeno para colocá-la, que chamamos de batoque.

É possível que exista algum lugar para alugar a máquina, mas é importante entender que ela será sua principal parceira de trabalho; então, criar intimidade e adaptar-se a ela garante o maior controle do traço. Por isso, é recomendado juntar dinheiro e comprar sua própria máquina para iniciar o processo de aprendizagem.

Portal Cate: Por mais que a profissão já exista há muitos anos, ainda existem muitas dúvidas e até mesmo preconceito em relação aos tatuadores. O que você acha importante dizer para desmistificar a profissão?

Julia Bernatdet: É verdade que o preconceito ainda existe, mas cada vez mais é possível ver que o perfil do tatuador muda. Quando as pessoas pensam em tatuador, costumam imaginar homens enormes, muito tatuados e amedrontadores, mas hoje cada vez mais pessoas diferentes entram para esse mundo, como, por exemplo, mulheres e pessoas com poucas tatuagens. Além disso, as pessoas que vão à procura de ser tatuadas também não seguem mais um único padrão. Encontramos os mais diferentes tipos de cliente atrás dos mais diferentes tipos de desenho!

[Total: 3    Média: 4.3/5]

Comentários

Mais visto

Conteúdos Relacionados

Conheça o programa São Paulo Fashion Sampa e como ele incentiva uma produção de moda ...
Topo
0