O Cate - Inspiração DICA | Conheça o programa de microcrédito do Banco do Povo
23 de setembro de 2022
A imagem é uma foto. Em um escritório, uma mulher negra está de pé, sorrindo e com os braços cruzados. Ela veste camisa social azul-clara e usa batom roxo. Ao fundo, há mesas com computadores e cadeiras de escritório.

DICA | Conheça o programa de microcrédito do Banco do Povo

A busca por crédito é a escolha de muitos empreendedores que precisam de novos investimentos para o próprio negócio. No entanto, boa parte dos empréstimos disponíveis no mercado apresentam altas taxas de juros, o que pode dificultar o pagamento das parcelas e comprometer o orçamento da empresa.

Antes de assumir um compromisso financeiro desse tipo, é importante avaliar as opções de crédito, procurar taxas reduzidas e melhores condições de pagamento. O Banco do Povo, em convênio com a Agência São Paulo de Desenvolvimento (Ade Sampa), oferece um programa de microcrédito que tem o objetivo de facilitar o acesso ao crédito para os pequenos e microempreendedores.

Veja, no texto a seguir, como solicitar esse serviço.

O que é o Banco do Povo?

Segundo a gerente de microcrédito da Ade Sampa, Cristina Tauaf, “o Banco do Povo é o programa de microcrédito produtivo orientado pelo Governo do Estado de São Paulo e que atua em parceria com as prefeituras municipais”. Em 2020, a Ade Sampa realizou um convênio com o Banco do Povo, se tornando “apta a receber e conduzir as solicitações de crédito dos empreendedores da cidade de São Paulo”, complementa Cristina.

O grande diferencial do serviço é que as taxas de juros e o prazo de pagamento são mais atraentes do que as outras opções de crédito oferecidas no mercado a pequenos e microempreendedores. De acordo com Cristina, aqueles que estiverem formalizados podem solicitar à Ade Sampa valores de até 21 mil reais, com taxas que vão de 0% a 0,55%. Já os empreendedores informais podem solicitar até 15 mil reais, com taxas de até 0,80%.

Requisitos

Para quem tem interesse em obter o crédito do Banco do Povo, é preciso ficar atento aos requisitos gerais:

  • ter um negócio no município de São Paulo;
  • ser empreendedor individual (formal ou informal) ou sócio de empresa;
  • não ter restrições cadastrais no Cadin e Serasa para CPF e CNPJ (exceto linha Nome Limpo);
  • realizar um dos cursos de capacitação empreendedora indicados para a linha pretendida;
  • não ter outro empréstimo do Banco do Povo em andamento;
  • aceitar receber visita de constatação de capacidade empreendedora;
  • apresentar a documentação completa;
  • apresentar avalista que não seja o(a) cônjuge – apenas para empreendedores informais.

Como solicitar

Desde que a Ade Sampa se tornou responsável por receber as solicitações, o pedido deve ser realizado nos canais de atendimento da agência, onde os interessados serão orientados ao longo de todo o processo.

Central telefônica Ade Sampa: (11) 4210-2668

WhatsApp (somente mensagens): (11) 99708-5130 ou (11) 99449-1311

E-mail: microcrédito@adesampa.com.br

Site: https://adesampa.com.br/banco-do-povo/

Atendimento presencial: Para consultar a lista dos 35 postos disponíveis, clique aqui. O agendamento deve ser feito pela central telefônica 156.

As etapas do processo incluem envio da documentação, análise dos documentos e do pedido de crédito e agendamento de visita técnica. Do contato inicial até o recebimento do crédito, o prazo é de cerca de 20 dias, caso o empreendedor cumpra com todos os requisitos e apresente a documentação correta.

Documentação

Na etapa de envio dos documentos, o empreendedor deverá apresentar uma lista de documentos que comprove a situação atual do empreendimento. Essa parte do processo é muito importante e deve ser feita com atenção para que a solicitação caminhe dentro dos prazos definidos.

Veja a lista de documentos necessária:

  • documento de identificação com foto do solicitante, sócios e cônjuges;
  • CPF do solicitante, sócios e cônjuges;
  • certidão de casamento, divórcio ou declaração de união estável (se houver);
  • comprovante de endereço com menos de 90 dias (luz, água ou telefone);
  • comprovante de renda dos sócios e da empresa;
  • cartão de conta-corrente (cópia da frente) ou extrato em nome do solicitante;
  • inscrição CNPJ;
  • inscrições municipal e estadual, quando houver;
  • Certificado da Condição do Microempreendedor Individual (CCMEI) e Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-SIMEI) – apenas para MEI;
  • Declaração de Empresário Individual – apenas para Empresário Individual;
  • contrato social e alterações atualizadas – apenas para microempresa (ME) ou Empresa de Pequeno Porte (EPP) com sócios;
  • Certidão Negativa de Débitos (CND) emitida pela Receita Federal do Brasil;
  • Certidão de Regularidade do FGTS (CRF) ou Relação Anual de Informações Sociais (RAIS);
  • plano de negócios – para empreendimentos com menos de três meses;
  • orçamento dos bens a serem financiados;
  • certificado do curso de capacitação empreendedora.

Poderão ser solicitados documentos adicionais.

[Total: 2    Média: 3/5]

Comentários

Topo
0