O Cate - Inspiração DICA | Marido de aluguel: ótima opção para quem busca uma nova atividade
19 de dezembro de 2022
A imagem é uma foto. Um homem branco, calvo, usando óculos de proteção e camiseta azul, está em uma sala. Ele pressiona uma furadeira contra uma porta de ferro preta.

DICA | Marido de aluguel: ótima opção para quem busca uma nova atividade

Se você está em busca de novas maneiras de gerar renda, precisa conhecer a atividade de marido de aluguel. Esse profissional, também conhecido como “faz-tudo”, é capacitado para fazer reparos e manutenção em ambientes residenciais e comerciais. 

Apesar do nome, muitas mulheres exercem essa atividade, em que é necessário ter conhecimento sobre hidráulica e elétrica e noções de serviços de pedreiro. Com essas habilidades o marido de aluguel pode atender as mais diversas demandas, como: 

  • instalação de lustres e chuveiros,  
  • instalação de cortinas e prateleiras, 
  • limpeza de lajes e caixas-d’água,
  • montagem de móveis, 
  • contenção de pequenos vazamentos, 
  • instalação de tomadas, 
  • pintura, 
  • instalação de quadros. 

Esses são apenas alguns exemplos dos serviços que um marido de aluguel pode oferecer. Para aprender a executá-los, é recomendado procurar cursos de formação. O Portal Cate tem o curso online e gratuito Introdução a elétrica: conheça os princípios básicos para ser eletricista 

Caixa de ferramentas 

Dada a diversidade de situações que podem aparecer, é ideal que um marido de aluguel esteja preparado para tudo. Por isso, alguns itens essenciais da caixa de ferramentas são:  

  • martelo, 
  • chave Phillips, 
  • chaves de fenda de diferentes tamanhos, 
  • furadeira, 
  • trena, 
  • alicates de diferentes tamanhos, 
  • lanterna, 
  • nível, 
  • fita isolante,  
  • pregos e parafusos. 

Em serviços muito específicos, como pintura, o cliente pode comprar o material de trabalho, e o profissional cobra apenas a mão de obra. Outra possibilidade é o profissional comprar o material e adicionar o investimento ao valor cobrado pelo trabalho. 

Quanto cobrar  

Geralmente esse tipo de profissional cobra seu trabalho de duas maneiras. A primeira delas é por diária, ou seja, cerca de oito horas de serviço nas quais ele pode resolver diversas questões ou finalizar um serviço grande. A segunda maneira é cobrar por serviço realizado.  

O valor cobrado pode variar muito conforme a experiência do profissional e a região onde realiza o serviço. Para entender como calcular o preço e as formas de pagamento, leia a dica “Quanto devo cobrar pelo meu produto” 

É sempre bom se lembrar de negociar com o cliente antes de começar o serviço. Outro ponto importante é estar aberto para fazer pacotes de desconto: isso é um diferencial!  

O profissional também pode se formalizar como MEI (Microempreendedor Individual), se cadastrando na categoria de reparos domésticos. Assim, ele pode emitir nota fiscal.  

Divulgação 

A divulgação é a alma de todo negócio. Por isso, é importante pensar em estratégias de exposição do trabalho. Hoje em dia as redes sociais são recursos muito efetivos para profissionais autônomos. Além de mostrar os trabalhos realizados, é possível compartilhar depoimentos de clientes, o que inspira confiança.  

Para mais dicas sobre como divulgar e vender usando o Instagram, clique aqui.  

Outra maneira é deixar cartões de visita ou folhetos nos estabelecimentos comerciais da região onde trabalha.  

[Total: 1    Média: 5/5]

1
Comentários

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Lincoln Medeiros Cangussu Recent comment authors
newest oldest
Lincoln Medeiros Cangussu
Membro
Lincoln Medeiros Cangussu

Muito bom

Mais visto

Este curso te apoiará para participar de dinâmicas e entrevistas de emprego, ...

Conteúdos Relacionados

Topo
0